jusbrasil.com.br
20 de Agosto de 2019
    Adicione tópicos

    A Prova no Processo Administrativo-Tributário

    Publicado por Expresso da Notícia
    há 11 anos

    Neste livro, Márcio Pestana examina a aplicação da técnica comunicacional, relacionada às provas que o processo administrativo-tributário prevê para julgar os fatos e as relações jurídicas. Analisa os aspectos da cobrança pela Administração Pública, de tributos e de obrigações acessórias dos administrados, identificando e examinando em detalhes as mensagens de ataque endereçadas aos administrados, assim como as mensagens de defesa por estes elaboradas, as quais compõem a roupagem lingüística essencial do processo administrativo-tributário.

    O apelo prático da obra é visível no tocante à elaboração e apresentação da mensagem de defesa, a cargo do administrado, através da chamada técnica jurídico-comunicacional, consistente no conjunto de regras e diretrizes que o permitem, pela linguagem, aumentar as probabilidades de melhorar a seu favor o ambiente jurídico-comunicacional.

    Sobre o autor

    Marcio Pestana (foto) é doutor e mestre em Direito do Estado, pela Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Professor de Direito Administrativo na Faculdade de Direito, da Fundação Armando Alvares Penteado. É autor de várias obras, como o livro “A Concorrência Pública na Parceria Público-Privada (PPP)”, editado pela Editora Atlas, e "Direito Administrativo Brasileiro", publicado pela Editora Campus - Elsevie. Sócio do escritório Pestana e Villasbôas Arruda – Advogados (www.peva.com.br).

    Editora Campus - Elsevie

    www.campus.com.br

    Ligue Grátis: 0800-265340 de Segunda a Sexta das 08:00h às 18:30h

    Rio de Janeiro: Tel (0xx21) 3970-9300 Fax (0xx21) 2507-1991

    São Paulo: Tel (0xx11) 5105-8555 Fax (0xx11) 5505-5564 / 5105-8566

    Conheça outras obras do autor:

    Livro analisa Direito Administrativo sob enfoque constitucional

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)